Ascom TJ/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Juiz Geraldo Amorim

Nesta segunda-feira (23), os acusados de participar de um dos crimes mais brutais ocorridos em Alagoas irão a júri popular. Willians Vicente dos Santos Ferreira, Jamison Jonas dos Santos Luna e Cremilda Nicolau dos Santos irão a julgamento sob acusação de matar e decapitar Maria de Lourdes de Melo.

O crime, que chocou pelo requinte de crueldade e frieza dos executores aconteceu no dia 24 de julho de 2011. Os acusados,  acompanhados por outros menores teriam invadido a residência da vítima que estava dormindo na companhia do esposo e três filhos. Depois de atirar em Maria de Lourdes o grupo a decapitou e arrancou um dos seus braços. Demonstrando uma maldade tremenda colocaram a cabeça em uma estaca e ainda chegaram a escrever no muro a palavra “cabueta”.

O motivo que teria gerado a ira do bando foi a suspeita de Maria de Lourdes teria delatado uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas no Conjunto Carminha para um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Ao saber do caso, o chefe do grupo, identificado como Dionisio, à época preso no Baldomero Cavalcante, ordenou a seu número dois, Jamison Lima, conhecido como Paulista, que “cuidasse” da doméstica, deixando claro que se tratava de um recado dele.

O júri, que será conduzido pelo magistrado Geraldo Cavalcante Amorim tem previsão de acabar no mesmo dia. Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça de Alagoas, “o outro acusado de envolvimento no homicídio, Bruno Robertto Estevão do Rosário, não irá a júri popular nesta segunda-feira (23) porque aguarda o julgamento de um recurso”.

Segundo a assessoria do TJ/AL, “em suas alegações finais, o Ministério Público opinou pela pronúncia dos envolvidos no crime nas penas do artigo 121 do Código Penal Brasileiro, incisos I (motivo torpe), III (meio cruel) e IV (recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa do ofendido)”.

Leia mais:

Presa mulher acusada de participar de assassinato no Carminha.

Presos acusados de esquartejamento.