Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Fórum da Comarca de Atalaia. (Foto: Caio Loureiro)

O réu José Lourenço da Silva, acusado de matar a facadas Edmilson Rodrigues Santos, no município de Atalaia, será levado a júri popular. A decisão é do magistrado João Paulo Alexandre dos Santos, titular da Comarca.

O crime ocorreu no dia 26 de julho de 2009, por volta das 20h, no bairro Nova Olinda. De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), a vítima foi atingida por diversas facadas na região do peito e da barriga. Mesmo socorrida, veio a falecer a caminho do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Em depoimento, o réu confessou a autoria do crime. Disse que ele e a vítima discutiram e que, no momento da briga, Edmilson teria sacado uma faca peixeira. José Lourenço, após tomar a arma, desferiu os golpes.

O réu foi pronunciado e será julgado por homicídio simples. Segundo o juiz João Paulo dos Santos, depoimentos prestados fornecem elementos que indicam a participação de José Lourenço da Silva no caso. “Ressalto persistir dúvida quanto à propriedade da faca utilizada para a prática do crime. Esta dúvida deve ser dirimida pelo Conselho de Sentença”, afirmou o magistrado. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta quarta-feira (14).