Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Chefe do Departamento de Infraestrutura do TJ/AL, Cláudia Lisboa, apresenta planejamento para o biênio. (Foto: Caio Loureiro)

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) vai retomar a construção dos fóruns de Rio Largo e Marechal Deodoro. Na próxima terça-feira (13) pela manhã, o presidente da Corte, desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, vai visitar os locais onde os prédios começaram a ser erguidos.

“As obras paralisadas serão tratadas com prioridade. Além desses dois fóruns, daremos prosseguimento à construção do complexo de juizados e de uma vara na Comarca de Arapiraca”, afirmou o desembargador.

Os fóruns de Rio Largo e Marechal Deodoro estão, atualmente, como 31% e 58% das obras concluídas. Os trabalhos em Arapiraca chegaram a 29%. “Vamos contratar uma empresa para auxiliar os nossos profissionais de Engenharia e Arquitetura porque é um volume de obras muito grande que pretendemos fazer durante a gestão”, ressaltou.

De acordo com a chefe do Departamento de Infraestrutura do TJ/AL, Cláudia Lisboa, antes de se iniciar qualquer obra é preciso concluir as que estão paralisadas. “Essa é uma determinação do próprio Conselho Nacional de Justiça”, explicou.

Ainda segundo Cláudia Lisboa, será dado início ao planejamento envolvendo a construção do Fórum Cível de Maceió. “Vamos nos debruçar sobre esse projeto que, na verdade, é um grande complexo judiciário que vai incluir o Fórum Cível, o Criminal, o prédio da Turma Recursal, o Patrimônio e o Depósito e Arquivo judiciais”, destacou.