O programa Expresso da Cidadania já realizou dezenas de atendimentos no município de São Luís do Quitunde, em um pouco mais de um dia de programa, que deu início ontem (16) e segue até esta quinta-feira (18). A estimativa, conforme a organização, é de que mais de 150 cidadãos procurem o serviço itinerante de assistência jurídica gratuita oferecida pela Defensoria Pública do Estado de Alagoas. Até o fechamento da matéria, aproximadamente noventa pessoas receberam atendimentos.

O ônibus itinerante da Defensoria se encontra estacionado em frente a Quadra de Esportes da cidade. Os atendimentos hoje começaram às 8h e seguem até a tarde. Amanhã, no último dia do programa, os atendimentos serão realizados no mesmo horário.

Estão participando dessa etapa os defensores públicos Manoel Correia, Hayanne Amelie Liebing e Carolina de Campos Góes, juntamente com uma equipe de servidores da instituição. Lá eles realizam assistência jurídica gratuita para a comunidade, fazendo a triagem e o atendimento inicial em ações cíveis, dentre elas ações de divórcio, investigação de paternidade, alimentos (pensão alimentícia), alvarás, inventário, retificação de registro civil.

Segundo a defensora pública Hayanne Lienbing, a procura pelos serviços do Expresso da Cidadania em São Luís do Quitunde tem sido muito grande e a estimativa é de que mais pessoas sejam atendidas até amanhã. “A população aqui precisa muito desta assistência, principalmente em ações cíveis, casos como divórcio, pensão alimentícia e investigação de paternidade, que são os que mais aparecem“, informou a defensora.

Esta é a quarta etapa do cronograma de atendimentos do Expresso da cidadania. O programa visa atender à população de municípios que não possuem defensoria pública e já esteve também nos municípios de Maribondo, Batalha, Jacaré dos Homens e Delmiro Gouveia.

Segundo o Defensor Manoel Correia, essa etapa promete ser a que mais fará atendimentos à população. “A necessidade aqui é muito grande, por isso escolhemos São Luis do Quitunde. O fluxo de pessoas que vem tirar dúvidas e dar entrada em ações está dentro do que prevíamos e deve aumentar ainda mais”, pontuou o defensor.