O candidato a senador Elias Barros (PTC) não conseguiu registrar seu voto. No início da tarde deste domingo (05) ao comparecer à 2ª Zona situada no Colégio Anchieta, na seção 385, foi surpreendido ao ser informado que seu voto já havia sido registrado.

Segundo o candidato, quando o mesmo foi colocar a digital foi informado de que não poderia votar porque o leitor biométrico detectou que o voto já havia sido efetuado. “Não consegui votar. Eu enquanto candidato e como cidadão me senti invadido. Esse com certeza é um registro incontestável de fraude. Na hora de votar descobri que votaram em meu lugar”, afirmou indignado o candidato.

Além de ter feito a queixa junto ao fiscal da zona eleitoral, o candidato disse que irá à polícia efetuar  o Boletim de Ocorrência. “Isso é crime eleitoral”, disse Elias Barros.