Adalberto Custódio Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Nesta semana, a Câmara Municipal de Arapiraca estará solicitando junto ao governo do Estado, através do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), e à Prefeitura de Arapiraca, a urgente elaboração de um projeto voltado à diminuição do número de acidentes ocorridos no trecho que compreende a faixa de perímetro urbano da AL 220, mais especificamente nos três principais entroncamentos de acesso a cidade de Arapiraca.

A indicação partiu do vereador Daniel Rocha (PTB), que também contou com o apoio do presidente do Legislativo, o vereador Josias Albuquerque, e demais vereadores, que classificaram os locais como pontos críticos e palco de graves acidentes. Os entroncamentos que interligam a rodovia AL 220 e a avenida Ceci Cunha (Trevo da Folhinha), a Rua José Emídio de Lima (Pichilau) e a avenida Vicente Nunes de Albuquerque (Centro Administrativo) foram os locais apontados no documento.

Na solicitação, a Câmara de Vereadores solicita que o governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Arapiraca, através da secretaria municipal de Viação e Obras, elabore um projeto viário que elimine, de uma vez por todas, o risco de acidentes. “Este local merece um girador ou uma área de recuo. Os motoristas param no acostamento e depois cruzam a rodovia, enquanto outros chegam a parar no meio da pista. Passar por este local é brincar de roleta russa”, disse o motorista Ângelo Moraes, se referindo ao Trevo da Folhinha.

Segundo o vereador Daniel Rocha, autor da indicação, o projeto viário dos entroncamentos ao longo da AL 220 estão ultrapassados. “É preciso a elaboração de um novo projeto que atenda o grande fluxo de veículos que, atualmente, passam pelo local. A eliminação dos acidentes, além de preservar vidas, poupará recursos relacionados as internações em leitos hospitalares, bem como o desafogamento dos atendimentos do SAMU e Corpo de Bombeiros”, frisou o vereador.