Dia do Artesão será celebrado com encontro de lideranças

  • Assessoria
  • 18/03/2014 04:00
  • Cultura

Para celebrar o Dia do Artesão, comemorado na próxima quarta-feira (19), a Prefeitura de Maceió uniu forças com a Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), Braskem e Sebrae Alagoas. Juntos, os parceiros realizam um encontro com as lideranças dos grupos produtivos de artesanato de Alagoas. O evento acontece a partir das 8h30, na sede da Associação Comercial de Maceió, no bairro de Jaraguá.

Artesão trabalha na confecção de peça de filé. Foto: Marco Antônio/ Secom Maceió

Além do momento de confraternização, o encontro traz a oportunidade de ampliação de conhecimentos e desenvolvimento profissional a partir de palestra com a arquiteta e especialista em design estratégico, Mirna Porto, que abordará o tema “Artesanato – Cultura, Trabalho e Desenvolvimento”. Segundo ela, durante as três horas previstas para a palestra, serão abordados assuntos que vão desde o desenvolvimento pessoal como caminho para a melhoria do produto artesanal a temáticas ligadas à sustentabilidade e identidade cultural.

A inscrição é gratuita e os artesãos que quiserem participar do evento podem entrar em contato com a organização pelo telefone 3315-1700.

O artesão e a cultura

O artesão é o trabalhador que exerce um ofício manual e transforma matéria-prima bruta ou manufaturada em produto acabado. Ele tem o domínio técnico sobre materiais, ferramentas e processos que tenham dimensão cultural, utilizam técnicas predominantemente manuais.

A assessora especial da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Vania Amorim, destaca a importância do artesanato para a divulgação da cultura de um lugar. “O artesão é um tipo de embaixador da cultura. Afinal quando um visitante passa por um lugar o que ele geralmente leva para casa, além das memórias, é um item de artesanato”, explica.

Além de atuar na difusão da cultura local, bem como na sua manutenção ao longo do tempo, a atividade é também importante para a geração de emprego e renda em todo o país. Segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), o artesanato é hoje responsável por 2,7% do PIB do Brasil.

Para a secretária municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária, Solange Jurema, o artesanato atua diretamente no resgate da nossa identidade cultural. “Acreditamos que o encontro da próxima quarta-feira será um momento importante para colocar essa atividade em evidência e fazer com que os próprios maceioenses conheçam e possam se inserir nessa forte e rica forma de expressão cultural que é o artesanato”, diz.