Cortesia Hugo Prata
Lenine

Depois de sete semanas de muita música o encerramento do projeto Maceió Verão 2014 promovido pela prefeitura de Maceió apresenta os shows dos alagoanos Máclein e Dr. Charada. O encerramento fica por conta do pernambucano Lenine. As apresentações estão agendadas para acontecer a partir das 17 hs.

Durante dois meses um público de milhares de pessoas pode apreciar e se divertir ao som dos talentos da terra e apreciar também espetáculos de artistas nacionais. O Maceió Verão se firmou na agenda cultural alagoana como evento que reúne os apreciadores da boa música num dos mais bonitos cartões postais de nossa capital que é a orla da Ponta Verde.

Lenine

Considerado pela crítica como a "porção de verdadeira ousadia" do palco Sunset e um dos espetáculos mais inovadores do último Rock in Rio, Chão, atual turnê de Lenine, segue sua trilha em 2014 para mais uma rodada de apresentações pelo Brasil e pelo mundo até a chegada do novo trabalho.

Desde o lançamento da tour, foram mais de 70 cidades percorridas do Sul ao extremo Norte do Brasil, além  de  turnês por Alemanha, Argentina, Chile, França, Itália, Holanda, Portugal e Uruguai. Em 2013 - ano em que Lenine comemorou 30 anos de carreira - foram realizados 30 projetos especiais diferentes, entre reedições de shows clássicos como “Olho de Peixe” e “Baque Solto”, espetáculos ao lado da Martin Fondse Orchestra (Holanda), Orquestra Sinfônica Brasileira, a série de shows “Inusitado - Projeto Cantautores”, na Cidade das Artes, e uma expedição ao lendário Monte Roraima,  levando Chão ao Extremo Norte do Brasil, fechando o ciclo das “comemórias”.

Regado a experimentações sonoras, Chão quebrou paradigmas e provou que o popular e o conceitual podem render uma combinação perfeita, lotando teatros e praças públicas, formando e renovando plateias de todos os gostos, cores e idiomas.

Com direção musical do próprio Lenine, em parceria com Bruno Giorgi e JR Tostoi, o show tem em cena os três num espaço repleto de instrumentos e equipamentos eletrônicos responsáveis por reproduzir os ruídos orgânicos que permeiam nove das dez faixas do disco, como “Chão” (Lenine/Lula Queiroga), “Envergo mas não quebro” (Lenine/Carlos Rennó) e “Amor é pra quem ama” (Lenine/Ivan Santos). Juntos, Lenine, Bruno e JR Tostoi ainda têm a incumbência de transpor os sucessos do compositor – indispensáveis – para essa nova atmosfera. “Jack Soul Brasileiro”, “Leão do Norte” (Lenine/Paulo César Pinheiro) e “Paciência” (Lenine/Dudu Falcão) são alguns deles.

Paulo Pederneiras, diretor de arte do espetáculo, criou um cenário em tons vermelhos, que ocupa apenas o chão da caixa cênica, em contraste com o entorno totalmente negro.  Três lâmpadas simples, uma sobre cada um dos músicos, compõem a cena. À equipe de Paulo somam-se Fernando Maculan e Gabriel Pederneiras.

Para Lenine, levar Chão ao palco é mais do que simplesmente tocar as canções do álbum. A ideia é ambientar o espaço com os sons como o canto do canário belga Frederico VI, o ruído ensurdecedor das cigarras no verão da Urca, a agoniada derrubada de uma árvore por uma motosserra, entre outros.

Chão, produzido e tocado por Bruno Giorgi, JR Tostoi e por Lenine, é o décimo álbum de carreira do cantor e compositor. Numa evidente opção estética – instigada pelo canto de um pássaro, que invadiu a gravação de uma das faixas - o trabalho revela-se “eletrônico, orgânico e concreto”, com dez músicas inéditas, imersas na delicada intimidade de ruídos sem edição.

“No início, havia apenas a palavra e meu principal significado de chão: tudo aquilo que me sustenta. Chão, quase onomatopeia do andar – que soa nasal, reverbera no corpo todo. É pessoal, passional e intransferível” – conta Lenine, explicando como surgiu a inspiração para o nome do disco e, consequentemente, da turnê.

SERVIÇO

O QUE: Lenine – turnê Chão

QUANDO: 15 de fevereiro

HORÁRIO: 19h

ONDE: Festival Maceió Verão. Praia de Ponta Verde, Maceió.

Mais informações: http://www.lenine.com.br/bio/