A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) deverá divulgar ainda esta semana as empresas selecionadas no processo licitatório para reforma e ampliação de centros e escolas estaduais de educação profissional e tecnológica. Ao todo, nove unidades serão contempladas pelo projeto, que receberá R$ 9,5 milhões do programa do Governo Federal Brasil Profissionalizado.

Serão beneficiadas pela medida a Escola Estadual Monsenhor Machado, em Viçosa; Escola Estadual Mileno Ferreira, em Santana do Ipanema; Escola Estadual de Educação Básica e Profissional José Aprígio Brandão Vilela, em Teotônio Vilela; Escola Estadual Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios; Escola Técnica de Saúde Professora Valéria Hora; Escola Estadual José Correia Titara e Escola Benedita de Castro Lima Maceió, todas em Maceió e os centros de educação profissional de Maceió e Coruripe.

Segundo o presidente da comissão de Licitação de Obras da SEE, Aluísio Aragão, o processo de seleção das empresas participantes obedece a um novo tipo de licitação, o Regime Diferenciado de Contratação (RDC), implantado pelo Governo Federal para oferecer maior agilidade nos trâmites relativos às obras da Copa do Mundo e às Olimpíadas de 2016 e que, agora, foi estendido a projetos na área de Saúde e Educação.

“Uma das principais vantagens que essa modalidade oferece é possibilitar maior celeridade ao processo licitatório, com a inversão de etapas e a diminuição do tempo de trâmite”, explicou. “É um sistema inovador, utilizado pela primeira vez no Estado”. De acordo com Aluísio, as propostas já foram apresentadas e as obras devem começar nos próximos meses.

Benefícios

Serão construídos novos espaços dentro das escolas e centros e outros, já existentes, serão adequados às demandas da Educação Profissional, como a construção de laboratórios específicos para cursos profissionalizantes, como informática, mecânica, eletromecânica, agências de viagem, análise do solo, hotelaria, técnico em plástico, açúcar e álcool, entre outros profissionais e tecnológicos.

“Por meio dessas obras, a Educação Profissional fortalece sua estrutura como rede, com ações voltadas para a melhoria do ensino e o acesso aos cursos profissionais e técnicos principalmente por estudantes da rede pública estadual”, ressaltou o diretor de Educação Profissional da SEE, José Barboza.

Além das reformas e ampliações, as ações da Secretaria de Estado da Educação em prol do fortalecimento da modalidade incluem a construção de dois novos centros de educação profissional nos municípios de Pilar e Arapiraca.