A elaboração do Plano de Mobilidade Urbana foi discutida nesta sexta-feira (14), durante uma audiência pública na Câmara Municipal de Maceió. Convocada pela Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Sempla), a audiência buscou, principalmente, ouvir as sugestões da população, que pôde apresentá-las no final do evento.

Segundo o secretário de Planejamento do município, Marzio Delmoni, a primeira etapa do Plano de Mobilidade Urbana será voltada para o chamado plano setorial de transportes não motorizados, o que inclui pedestres e ciclistas.

“Esse plano é fruto de um convênio com o Ministério das Cidades e que vem sendo executado há um ano pela Prefeitura. Com essa audiência pública, esperamos colher sugestões para a formatação do plano, adequando-o à nossa cidade”, explica o secretário.

Além da Sempla e do Ministério das Cidades, outras entidades participam da elaboração do plano, como a Caixa Econômica Federal e o Instituto Rua Viva. Um dos grupos que esteve na audiência pública foi o Bicicletada, que reúne adeptos do ciclismo em Maceió.

A audiência foi aberta pelo prefeito Cícero Almeida. “Esse encontro é importante para discutir o avanço da nossa administração junto com a população”, avalia o prefeito.

Cícero Almeida aproveitou a ocasião para voltar a explicar o processo de licitação das linhas de ônibus na capital. Segundo ele, a Procuradoria Geral do Município (PGM) tem autonomia e independência para cuidar do andamento da licitação em âmbito judicial.

“Uma das minhas preocupações é que o edital de licitação tenha uma cláusula que garanta a contratação dos profissionais que hoje trabalham nas empresas”, destacou o prefeito.