Convênio firmado entre o Banco do Brasil e a Prefeitura de Maceió vai permitir aos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) o financiamento, pela instituição bancária, para a compra de computadores. A expectativa inicial é de que mais de quatro mil máquinas sejam adquiridas pelos funcionários da Educação, entre professores, secretários escolares e pessoal da área administrativa.

O convênio foi assinado nesta quinta-feira (13), pelo prefeito Cícero Almeida e o superintendente de Negócios do banco, Álvaro Tieppo, além do secretário de Educação do município, Ricardo Valença. “Essa parceria vai possibilitar uma ampla inclusão digital entre os professores da Semed. No total a secretaria tem mais de 16 mil funcionários”, destaca o secretário.

Os computadores serão adquiridos pelos servidores do município, por meio de desconto das parcelas na folha de pagamento. As compras podem ser parceladas em até 48 vezes. Podem ser adquiridos, tanto notebooks, como desktops (computadores de mesa).

“O fornecedor vai receber o valor do equipamento à vista por meio do banco. E o dinheiro ficará aqui em Alagoas mesmo, já que as empresas cadastradas para a venda são daqui do nosso Estado”, explica Almeida. “O anúncio dessa parceria com o Banco do Brasil será no próximo dia 24, numa grande festa no Ginásio Tenente Madalena”, adianta o prefeito.

Segundo o superintendente de Negócios do banco, Álvaro Tieppo, a compra dos computadores em empresas locais vai ajudar o Arranjo Produtivo Local (APL) de Tecnologia. “São empresas selecionadas pelo Sebrae e pelo Banco do Brasil. Também buscamos oferecer aos servidores as menores taxas de juros possíveis”, afirma. Segundo Tiepo, o banco também vai ajudar o funcionário a simular o valor das prestações a serem pagas.

CAMINHO DA ESCOLA

Durante a reunião para assinatura do convênio, o prefeito aproveitou para tratar dos detalhes de implantação, em Maceió, do programa Caminho da Escola, do governo federal, que auxilia na compra de transporte escolar para beneficiar alunos da educação básica e que residem na zona rural.

A ação é estruturada na renovação e ampliação da frota, padronização dos veículos para segurança dos estudantes e redução dos custos de aquisição. Uma nova reunião será realizada com a Semed para discutir o assunto.