Moradores da Rua Belo Horizonte, situada no bairro do Farol, estão sofrendo com os abusos de alguns proprietários de estabelecimentos localizados na rua. Todos os dias e noites os pedestres são obrigados a dividir a pista com os carros, devido aos impedimentos colocados nas calçadas, que deveria ser utilizada para a passagem dos pedestres.  

Durante o dia, um mercadinho utiliza como segurança um cachorro pitbull na porta, obrigando as pessoas a passarem pela pista. Alguns que não conhecem a medida de segurança do dono chegam a se assustar e correm o risco de ser mordidos pelo cão, já que ele  fica atrás de um pilastra do prédio.

Obstrução de calçadas


A poucos metros do mercadinho, segundo moradores, seguranças da empresa Nordeste, impedem que as pessoas passem pela calçada quando estão abastecendo os carros-fortes  O caso mais grave relatado pelos moradores é do QG do Farol, que além de colocsar mesas e cadeiras na calçada, não oferece estacionamento suficiente ao seu público, o obrigando a colocar os carros em frente a garagens de residências.

Segundo relatos dos moradores, a situação está ficando insustentável. Várias denúncias já foram feitas ao Ministério Público Estadual, mas nenhuma atitude foi tomada para solucionar o problema.

“Estou querendo vender a minha casa e ir morar em outro lugar. Não aguento mais essa situação é um absurdo que tenha que fazer isso para ter tranquilidade”, desabafou um morador que não quis se identificar.