Jogador esfaqueado por dirigente de futebol recebe alta hospitalar; autor da facada segue foragido

Redação|
João Guilherme Clemente da Silva, o 'Cabelinho'.
João Guilherme Clemente da Silva, o 'Cabelinho'. / Foto: Divulgação

Recebeu alta médica, nesta quarta-feira (6), o jogador de futebol João Guilherme Clemente da Silva, conhecido como "Cabelinho", de 21 anos, que estava internado desde o último dia 30 de junho, quando foi esfaqueado pelo dirigente do clube em que joga, o FF Sport, da cidade do Pilar, região Metropolitana de Maceió.

A assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado (HGE) informou que o jogador ficou seis dias internado e que passou por uma cirurgia no tórax, onde foi atingido por um golpe de arma branca, desferido pelo dirigente do time de futebol.

O caso segue sendo investigando pela Polícia Civil. O autor do crime, o gerente de futebol Anderson Salgueiro, fugiu e é considerado foragido. João Guilherme deve ser ouvido logo que sua condição de saúde permitit,

De acordo com relatos de testemunhas, o crime aconteceu em frente ao alojamento dos atletas do time da segunda divisão do Campeonato Alagoano. O jogador e o diretor se desentenderam após uma ordem para que os atletas não deixassem o alojamento, no dia 29 de junho, ter sido desrespeitada.

Ainda segundo testemunhas, Salgueiro teria atacado o jogador com arma branca e desferido golpes no tórax do atleta.

O jogador, o motorista do ônibus e funcionários do clube foram ouvidos pela polícia. Conforme as testemunhas, havia um clima de animosidade entre a vítima e o agressor.

A polícia pede que quem tiver informações que possam ajudar a localizar Anderson Salgueiro, ligue, de forma anônima, para o Disque Denúncia, no número 181.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados