Cármen Lúcia manda PGR dizer se vai ou não investigar Bolsonaro no caso de Milton Ribeiro

CNN Brasil|
Bolsonaro e Milton Ribeiro
Bolsonaro e Milton Ribeiro / Foto: Agência Brasil

Cármen Lúcia, ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) manda Procuradoria-Geral da República (PGR) dizer se vai ou não investigar Jair Bolsonaro (PL) no caso de ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro.

A decisão da ministra de mandar para a PGR o suposto envolvimento do presidente com o pastor foi dada em uma notícia-crime apresentada pelo líder da bancada do PT na Câmara, deputado Reginaldo Lopes (MG).

No domingo (26), Bolsonaro voltou a defender Ribeiro, que chegou a ser preso em 22 de junho por suspeitas de irregularidades na liberação de verbas da pasta. Ele foi solto no dia seguinte e nega as denúncias.

Segundo o presidente, não há “indícios mínimos de corrupção” no caso, e o ex-ministro “foi preso injustamente”. As declarações foram feitas em entrevista ao Programa 4 por 4.

Dois dias antes, Ribeiro aparece em um áudio relatando à filha que seria alvo de busca e apreensão, informação que o ex-ministro da Educação teria conseguido por meio de ligação recebida de Bolsonaro, a oposição irá ao STF contra o presidente da República apontando, entre outros crimes, o de obstrução de Justiça.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados