Edmilson Teixeira
Edmilson Teixeira

Prefeito diz que desabrigados já estão recebendo o auxílio emergencial bancado pela Prefeitura

Edmilson Teixeira|
Marcio com Rodrigo Cunha, Pauline, secretário e vereadores durante reunião nesta quarta-feira, dia 1º
Marcio com Rodrigo Cunha, Pauline, secretário e vereadores durante reunião nesta quarta-feira, dia 1º / instagram

Amparada por um projeto aprovado pela Câmara de Vereadores, numa situação de emergência, foi que a Prefeitura de Santa Luzia do Norte, começou desde terça-feira última, a repassar o auxílio emergencial de R$ 500.00, para as famílias que tiveram suas casas atingidas pelas fortes chuvas da semana passada. O dinheiro, conforme o prefeito Márcio Lima, faz parte do que seria gasto com a programação junina, que teve que ser cancelada, justamente pela gravidade inesperada da natureza que aconteceu.  

“Aqui a gente tem pressa de fazer a coisa, até porque quem vem sofrendo na pele são dezenas de famílias que perderam seus pertences, por conta da cheia causada pelo rio e lagoa Mundaú” comentou o prefeito Márcio Lima, que ontem (quarta-feira), contabilizou exatos três anos à frente da Prefeitura, isso contando com o período correspondente da eleição suplementar, realizada em maio de 2019.

Por conta dessa situação vivenciada pela cidade  foi que esta semana os secretários de Administração e Finanças, Beto Marcolino, e de Infraestrutura e Defesa Civil, Davi Carvalho, participaram de uma reunião para cadastro e reconhecimento do município de Santa Luzia do Norte, junto ao Ministério de Desenvolvimento Regional e a Secretaria da Defesa Civil Nacional. Ontem, dia 1º, Márcio Lima recebeu a visita do senador Rodrigo Cunha e a presidente do ConiSul, Pauline Pereira. Ambos se comprometeram em se empenhar para reconstruir com recursos federais o que foi estragado fisicamente na cidade. 

“Estamos com cerca de 20 famílias desabrigadas, que estão em duas escolas municipais, onde são cerca de 80 pessoas no total. A Prefeitura começou a repassar o auxílio emergencial para 163 pescadores e marisqueiras, que estão impossibilitados de exercerem suas atividades devido às condições do rio e da lagoa. Mas,  têm pescadores e marisqueiras que não estão cadastrados na Colônia de Pescadores, porém esse grupo será agraciado com cestas básicas. A Prefeitura também vai distribuir para as famílias, material higiênico e de limpeza” relatou o secretário de Turismo e Cultura, Pedro Soares (Pedão), revelando que nesta quinta-feira,2, o senador Rodrigo Cunha mandou 100 cestas básicas e kit higiênico para os desabrigados. 

 

SOBRE O AUTOR

Blog sobre os municípios alagoanos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados