Maio Amarelo: “Dirigir por si e pelos outros", afirma superintendente da SMTT

Maria Luiza Lúcio* e Rebecca Moura*|
André Costa
André Costa / Foto: Secom Maceió

Durante o mês de maio, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió realiza atividades e ações educativas para assegurar a segurança no trânsito da capital, no mês que marca o Maio Amarelo.

O titular da SMTT de Maceió, André Costa, é o entrevistado do Cada Minuto neste sábado (14). Segundo ele, Maceió registrou 756 acidentes no primeiro trimestre de 2021, enquanto em 2022 foram contabilizadas 189 ocorrências no mesmo espaço de tempo.

Confira a entrevista abaixo:

Estamos iniciando o Maio Amarelo, que busca conscientizar os motoristas sobre os riscos de acidentes. Qual a sua avaliação do perfil dos motoristas maceioenses?

 Não há trânsito sem trabalhos de educação e conscientização de motoristas e pedestres. Assim, traçar perfil é algo complicado, pois as pessoas são diferentes e, consequentemente, têm comportamentos diferentes. Apenas a informação pode trazê-las para as boas práticas e é nisso que focamos.

Na capital, existe uma via ou região com maior número de acidentes?

Os pontos com maior fluxo de veículos, como a Durval de Góes Monteiro, Fernandes Lima, Menino Marcelo e Governador Afrânio Lages. Essas vias recebem reforço na fiscalização nos horários de pico, sem contar que temos equipes fazendo rondas móveis durante o dia, não só nos corredores com maior tráfego, mas em toda cidade.

A maioria desses acidentes são provocados por alguma causa específica, como imprudência ou desrespeito a leis de trânsito?

Não há uma causa específica. Existe uma máxima no trânsito que é "dirigir por si e pelos outros". E é isso, atenção e respeito às leis são formas de prevenir acidentes.

A combinação imperfeita, de álcool e direção, contribui para o crescimento do número de acidentes?

Combinar bebida alcoólica e direção é, por si só, um fator altíssimo de risco. Os reflexos diminuem e a visão fica afetada, entre outras coisas que põem em risco a vida do condutor, dos passageiros e dos pedestres. Então, sim, o ideal é ser adepto ferrenho do clichê "se beber, não dirija".

Em relação ao primeiro trimestre deste ano, houve um aumento no número de acidentes se comparado ao mesmo período do ano passado?

Foram registrados 756 acidentes no primeiro trimestre de 2021 (1º de janeiro a 31 de março), enquanto em 2022 foram contabilizados 189 ocorrências no mesmo espaço de tempo.

 Com a maior abertura após a vacinação contra a Covid-19, mais pessoas estão voltando a sair de casa e os acidentes têm sido mais recorrentes. A SMTT possui algum projeto para conscientizar os motoristas?

Educação! O grande segredo é educar, instruir a população, sejam os que já dirigem ou aqueles que serão condutores no futuro, como pedestres. Temos ações nas escolas e iniciativas de orientação, como palestras em empresas e também para categorias como taxistas, motoristas de ônibus, entre outras, tudo para que tenhamos cada vez mais pessoas responsáveis por fazer um trânsito mais seguro.

*Estagiárias sob supervisão 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados