Escola Vereador Elói Barbosa se destaca e fica em quarto lugar no prêmio nacional em projeto do Sebrae

Assessoria |

 

 

62 projetos concorreram na final da Segunda  Edição do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora que aconteceu nesta sexta-feira (13), no Sebrae, em São Paulo. E destacando o desenvolvimento na rede educacional de Palmeira dos Índios, a professora dos anos iniciais (1° ao 5° ano), Márcia Ferreira, da Escola Vereador Elói Barbosa, que concorreu com o projeto Água: Cada gota conta, da captação ao reuso, ficou em quarto lugar, concorrendo com projetos de todo Brasil.

A diretora da escola Elói Barbosa falou da premiação com muito orgulho e gratidão. "Esse prêmio é motivo de muito orgulho para a família Elói Barbosa. Saber que uma escola do campo, da zona rural de Palmeira dos Índios conseguiu o primeiro lugar em sua categoria a nível de estado e quarto lugar a nível nacional, só tenho que agradecer a Deus e as 14 comunidades que fazem parte da nossa escola. Agradeço a prefeitura de Palmeira dos Índios na pessoa do prefeito Júlio Cezar, por todo incentivo e investimento na nossa educação. Ao secretário de Educação Manassés Furtado, que vem nos incentivando desde o início, e à técnica Jeane Vieira que desde o ano passado vem nos acompanhando. Só tenho a agradecer", disse a diretora.

 

Projeto Água: Cada gota conta, da captação ao reuso foi desenvolvido na  Escola Municipal Vereador Eloi Barbosa, e teve por objetivo proporcionar a implantação de tecnologias alternativas e de um quintal agroecológico no espaço da nossa Unidade Escolar, com a pretensão do reaproveitamento das águas cinzas produzidas na pia da cozinha e provenientes da pia dos banheiros e banho dos alunos. Os alunos desenvolveram práticas agroecológicas e a sustentabilidade voltadas à conscientização acerca da importância da água, as atividades desenvolvidas aproximaram-se   da realidade do aluno buscando sempre  envolver cada vez mais da realidade diária do aluno,  já que são filhos de agricultores e  produtores da agricultura familiar. O resultado foi bastante positivo, pois aprendemos a cuidar e  valorizar cada gota de água visto que nossa região  está localizada no semiárido do estado de Alagoas e á escassez de água é um dos problemas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

VEJA TAMBÉM

Todos os direitos reservados