Ricardo Mota
Ricardo Mota

A oposição conquistou o que queria: tirou tempo dos governistas no Palácio

Ricardo Mota|
Plenário da Assembleia Legislativa
Plenário da Assembleia Legislativa / Ascom ALE

Há de se entender que a oposição já ganhou o que queria: tempo. 

Tirando-o do grupo que comanda a Assembleia Legislativa, Marcelo Victor à frente, que terá perdido duas semanas de reinado no Palácio República dos Palmares.

Não foi pouco, e muita falta fará ao deputado Paulo Dantas, futuro tampão.

Ainda que seja difícil, não considero impossível que ele possa até criar uma identidade própria, até pela grande exposição na mídia.

Não sei, porém, se será o suficiente para compensar a atuação parlamentar discreta, apagada, ou a administração na prefeitura de Batalha sem nenhum brilho.

Imaginemos que ele seja um político carismático, um orador incendiário, que hipnotiza multidões – haveremos de descobrir, e não falta muito.

Por enquanto, pouco há de lembrar sobre Dantas que não seja a poderosa mão do seu padrinho.

SOBRE O AUTOR

Jornalista, escritor e músico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados