Furto de energia: proprietário de bar e representante de hotel são presos em Arapiraca

Vanessa Alencar*|
Foto: Ascom Equatorial

O proprietário de um bar e o representante de um hotel de grande porte foram presos em flagrante na sexta-feira (21), durante uma operação de combate ao furto de energia elétrica no município de Arapiraca. A ação foi realizada pelo 3º Batalhão da Polícia Militar, com o apoio da Equatorial Alagoas. Segundo informações da assessoria de Comunicação da concessionária, os dois foram levados à delegacia, após a constatação de irregularidades nos estabelecimentos.

A primeira ação, denominada “Cat Hotel”, constatou que um grande hotel da cidade realizou pela segunda vez - o estabelecimento já havia sido autuado em abril de 2021 - um procedimento irregular, violando o lacre do medidor de energia, mais conhecido como “relógio”. 

Enquanto o consumo deveria registrar em torno de 24.000 kWh/mês estava registrando 2.000 kWh/mês. Ainda conforme a Equatorial Alagoas, o montante de energia não faturada por mês pelo hotel poderia atender ao consumo de cerca de 160 residências durante o mesmo período.

Em um bar localizado no bairro Alto do Cruzeiro foi constatada a violação do medidor de energia com a instalação de um aparelho que desliga a medição do consumo, sendo acionado via controle remoto. O objeto foi apreendido pela polícia  e o proprietário, que também é considerado reincidente, foi indiciado por estelionato.

Ponta Verde

Ainda na semana passada, no dia 20, o proprietário de um fast-food localizado no bairro da Ponta Verde, em Maceió, foi preso em flagrante praticando irregularidades no medidor de energia.

O superintendente de Operações da Equatorial Alagoas, Sérgio Valinho, reforça a importância da atuação da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar durante as ações, lembrando que o furto de energia elétrica, conhecido também como “gato” e o ato de fraudar medidores, classificado como estelionato, são crimes previstos nos artigos 155 e 171 do Código Penal Brasileiro. 

As denúncias de ligações clandestinas e irregulares podem ser feitas anonimamente na Central de Atendimento da Equatorial, por meio do telefone 0800 082 0196 ou no site al.equatorialenergia.com.br. 

 

*Com Ascom Equatorial Alagoas

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados