Delegado responsabiliza empresa de energia por morte de adolescente na Praia da Sereia

Redação*|
6º Distrito da Capital
6º Distrito da Capital / Foto: Ascom PC

(Atualizada às 15h28)

O delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito da Capital, concluiu e enviou para a Justiça o inquérito que apurou a morte da adolescente Janice Santos de Vasconcelos, de 13 anos, que morreu eletrocutada na Praia do Mirante da Sereia, no Litoral Norte de Maceió.

Em seu relatório, o delegado responsabilizou a companhia de energia elétrica que atende Alagoas pela morte da garota. "Não podemos indiciar a companhia por se tratar de uma empresa e a legislação penal não permite que se indicie empresas”, explicou.

Janice estava na praia, na companhia da família, no dia 22 de agosto do ano passado, quando recebeu uma descarga elétrica no momento em que tentava socorrer o vizinho, um garoto de apenas 8 anos que havia pisado em um fio desencapado. Ela chegou a ser socorrida ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu e faleceu.

De acordo com as investigações, o cabo energizado caiu por volta das 14h50, e mesmo avisada, somente as 16h05, a empresa compareceu ao local para providenciar o desligamento da rede. Nesse intervalo, a garota acabou sendo atingida pela descarga elétrica ao tentar socorrer o vizinho.

“Caberá à Justiça, agora, definir quais punições poderão ser aplicadas à companhia de energia”, completou o delegado.

Equatorial

Nesta tarde, a Equatorial encaminhou ao CadaMinuto a seguinte Nota de Esclarecimento:

Sobre a conclusão do inquérito da Polícia Civil com relação ao acidente que ocorreu no dia 22 de agosto de 2021, na Praia do Mirante da Sereia, a Equatorial Alagoas informa que ainda não foi comunicada oficialmente sobre a conclusão do Inquérito. Apenas após tomar conhecimento do teor da finalização do Inquérito avaliará a situação para, então, adotar as medidas legais cabíveis.

 

*Com Ascom PC

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados