UPAS entregues em Maceió pelo Governo do Estado já atenderam quase meio milhão de pessoas

Secom Alagoas|
Foto: Carla Cleto

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) entregues pelo Governo do Estado, nos últimos dois anos, em Maceió, já atenderam, juntas, 488.991 pacientes. As unidades ficam localizadas nos bairros Jacintinho, Tabuleiro do Martins e Cidade Universitária. Além dessas, estão sendo construídas mais três em Alagoas, sendo duas em Maceió, nos bairros Jaraguá e Chã da Jaqueira, e uma em Arapiraca.

A primeira unidade entregue foi a do Jacintinho, no dia 1° de novembro de 2019. A UPA, que é do tipo III, tem 19 leitos. Lá, são atendidas por dia, em média, 310 pessoas. Desde sua inauguração, até o último dia 10 deste mês, já foram assistidos 176.454 pacientes. Deste total, 105.336 foram atendidos até dezembro de 2020 e, neste ano, os outros 71.118.

Já a UPA Tabuleiro do Martins, inaugurada pelo Governo de Alagoas no dia 14 de dezembro de 2020, já atendeu 309.693 pacientes até o último dia 12. A unidade, que também é do tipo III, recebe em média 432 pessoas diariamente e possui 19 leitos.

Foto: Carla Cleto

A última UPA inaugurada em Maceió pelo Governo de Alagoas foi a do Cidade Universitária. Desde a sua abertura, no dia 21 de setembro deste ano, até o último dia 12, a unidade atendeu 2.844 pacientes nas áreas clínica, pediátrica, ortopédica e odontológica. Em média, 160 pessoas são atendidas por dia na unidade, que, a exemplo das demais, é do tipo III e conta com 19 leitos.

Para o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, as novas UPAs representam um marco para a saúde pública de Alagoas. Isso porque, de acordo com o gestor, as unidades têm assegurado que a população tenha acesso à saúde mais próxima de suas residências, além de contribuírem para desafogar o Hospital Geral do Estado (HGE).

“Nessa gestão, nós trabalhamos pela saúde conversando com as pessoas. Nós estudamos as necessidades de cada região e decidimos que elas precisavam de Unidades de Pronto Atendimento. Temos trabalhado duro para levar portas de urgências para mais perto da população. É assim que a gente vai construindo uma nova saúde, com muita garra, com muito trabalho e, principalmente, valorizando os profissionais”, salienta Ayres.

Geração de Emprego – E além de beneficiar quase meio milhão de pessoas, as UPAs do Tabuleiro do Martins, Jacintinho e Cidade Universitária também têm contribuído para gerar emprego e renda na capital alagoana. Juntas, as três unidades são responsáveis por assegurar 564 empregos diretos, garantindo a contratação de médicos, odontólogos, assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio.

Além das três UPAS inauguradas nos últimos dois anos, Maceió conta com mais duas unidades, que são gerenciadas pelo município e recebem recursos do Governo do Estado. As unidades estão localizadas nos bairros Benedito Bentes e Trapiche da Barra.

Foto: Carla Cleto


 


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados