Renan Filho entrega a presidente da ALE projeto que aumenta em 40% salário de professores do estado

Gabriela Borba*|
Reprodução: Redes sociais

Na tarde desta sexta-feira (15), o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), entregou pessoalmente ao presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), Marcelo Victor (SD), o Projeto de Lei que reformula o Projeto de Cargos e Carreiras (PCCS) da educação e aumenta em 40% os salários dos professores do estado.  

Na ocasião, transmitida através das redes oficiais do governador, Marcelo Victor disse que participa deste momento com muita alegria e busca entregar a lei aprovada o quanto antes, para que seja sancionada e os profissionais da educação tenham melhor remuneração.  

O deputado Paulo Dantas (MDB), líder da maioria, que também estava presente, será o responsável por discutir com os demais parlamentares da ALE quem será o mais indicado a ser relator do PL, para que seja aprovado com celeridade.  

Renan Filho se comprometeu em sancionar a Lei assim que ela for aprovada pelo legislativo.  

Os parlamentares e o governador aproveitaram o momento para parabenizar os professores do estado pela sua atuação, principalmente durante o período de pandemia, de se dedicar e e buscar dar uma educação de qualidade.

Novo PCCS 

No novo desenho do Plano, o salário inicial dos professores deve ir de R$ 4.500 e chegar até R$ 7.172, ao final de carreira, para aqueles que possuem doutorado. Dessa forma, além da implementação do aumento, o Estado promove uma possibilidade maior de progressão para a categoria. 

Os profissionais que ingressaram com nível médio e que recebiam um salário inicial de R$ 1.122, vão passar a receber R$ 1.600 no início de carreira e poderão progredir até um salário de R$3.734. Já os que entraram no Estado com nível fundamental, vão passar a ter um salário de referência inicial de R$ 1.350, chegando em R$ 3.150 ao fim de carreira. Os secretários escolares também se beneficiarão com a mudança, que poderá promover um incremento salarial de até 55% para a categoria. 

*Estagiária sob supervisão da editoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados