Alagoas registra oitavo mês consecutivo de queda no número de homicídios

Redação*|
Polícia Militar - PM AL
Polícia Militar - PM AL / Márcio Ferreira/Agência Alagoas/Arquivo

Alagoas reduziu em 7,9% os casos de homicídio no mês de setembro, segundo dados do Núcleo de Estatística de Análise Criminal (Neac). Em números totais foram 93 registros em 2021 e 100 no mesmo período do ano anterior. Esse é o menor número registrado na série histórica do mês.

De acordo com as informações, a capital também diminuiu a curva de crimes contra a vida, com 29 casos em setembro de 2021, contra 35 no mesmo mês de 2020, uma retração de 17,14%.

Ao analisar o balanço acumulado é possível ver a tendência de queda dos indicadores no ano. De janeiro até setembro foram registrados 753 crimes, já no mesmo período do ano passado, houve um total de 871, uma redução de 13,55% até o momento.

O secretário da Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, lembra que as vidas salvas através da redução do número de crimes violentos é resultado do trabalho integrado de todas as equipes que atuam diariamente para levar tranquilidade e segurança para a população alagoana, além do grande volume de recursos investidos pelo Governo estadual nesse setor.

 “Pelo oitavo mês consecutivo batemos recorde na redução de mortes violentas em Alagoas. Em setembro nós ganhamos, o que significa que vidas foram preservadas. Houve cerca de 8% de diminuição da mortes violentas, em comparação com o mesmo período do ano passado. Alagoas vai vencendo a cada etapa e caminhando a passos largos para conquistar o ano com menos mortes violentas da última década. Devemos isso aos investimentos do governador Renan Filho, e, especialmente, ao trabalho de cada profissional de Segurança Pública, de quem tenho tanto orgulho de estar junto nessa jornada. Parabéns a todos!” afirmou.

*Com SSP

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados