Blog do Paulo Marcelo
Blog do Paulo Marcelo

Bolsonaro é aconselhado por auxiliares a se filiar ao partido do presidente Arthur Lira

Blog do Paulo Marcelo|
Bolsonaro e Arthur Lira
Bolsonaro e Arthur Lira / O Globo

Jair Bolsonaro deve aproveitar o momento de trégua nas tensões políticas e confirmar sua filiação no Partido Progressistas (PP), sigla do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). O ministro-chefe da Casa Civil e presidente licenciado da legenda, Ciro Nogueira, já considera como certo o ingresso do presidente e descarta a ida do chefe do Executivo para outro partido. 

Os mais entusiasmados aguardam o anúncio oficial até o final deste mês para dar início ao planejamento da campanha eleitoral de 2022, mas o presidente da República, segundo pessoas próximas, ainda não deu a palavra final. No entanto, Ciro Nogueira afirmou ter conquistado a confiança do presidente e garantido a ele tanto a legenda como a indicação de candidatos ao Senado em Estados estratégicos.

No final de agosto, no auge da crise institucional e com a popularidade em baixa, o ministro-chefe da Casa Civil defendia que Bolsonaro deixasse a definição do partido para o próximo ano. Nogueira, porém, mudou de opinião com a arrefecimento das tensões após a “declaração à nação” feita com a ajuda do ex-presidente Michel Temer depois dos atos de 7 de Setembro, nos quais Bolsonaro fez ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Na avaliação do ministro e de outros aliados que acompanham de perto a negociação, o momento de “calmaria” é oportuno para o chefe do Executivo encaminhar seu futuro partidário e dar a largada para construção da campanha pela reeleição em 2022. Uma filiação agora também atenderia ao desejo de aliados ainda sem legenda e de deputados bolsonaristas no PSL que esperam uma decisão do presidente para também decidir o futuro partidário. 

Nos últimos dias, o ministro-chefe da Casa Civil também tem trabalhado para ‘aparar as arestas’ e diminuir as resistências internas. Nogueira conseguiu a sinalização positiva do presidente da Câmara, Arthur Lira, que até então vinha reticente sobre a filiação de Bolsonaro e, consequentemente, de todo o seu grupo. 

“Essa questão de filiações é feita pelo presidente do partido. Eu sou um filiado como outro qualquer. Não tem problema nenhum. Se for bom para o partido, o presidente Bolsonaro poderá vir. Não tem problema nenhum”, disse o deputado alagoano. 

 

Com O Globo. 

SOBRE O AUTOR

Notícias e notas de Arapiraca

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados