No Dia do Cliente, Procon Maceió orienta consumidores sobre seus direitos

Redação*|
Bárbara Araújo, fala da praticidade de comprar pela internet
Bárbara Araújo, fala da praticidade de comprar pela internet / Foto: Ascom Procon

O Dia do Cliente é comemorado nesta quarta-feira (15) em todo o Brasil, uma data que busca estreitar o relacionamento entre o comércio e os consumidores, além da necessidade do cliente fazer valer seus direitos, seja de forma on-line ou presencial. 

O diretor executivo do Procon Maceió, Leandro Almeida, reforça que o comércio só existe porque o cliente segue consumindo. “Um não existe sem o outro. Por isso, é importante que essa relação seja construída como uma via de mão-dupla, respeitando os direitos de cada um. E nós do Procon Maceió estamos sempre alertas para garantir que tudo corra como deve ser”, assentiu.

De acordo com as informações, com o isolamento social da pandemia do coronavírus, as compras on-line aumentaram. Segundo levantamento da Ebit/Nielsen foram 13 milhões de novos consumidores no Brasil em 2020. O e-commerce alcançou 79,7 milhões de clientes no ano passado.

Bárbara Araújo conta que, sempre que pode, opta pela compra on-line. “Eu sempre estou de olho nas ofertas pela internet e, durante o isolamento social, isso amplificou. Como quase não saía de casa, eu passei a comprar bastante e quase sempre on-line. Além da facilidade, os preços são mais em conta”, contou.

Mesmo com essa praticidade, as compras feitas pela internet podem acabar trazendo alguns transtornos. “É sempre importante verificar o produto que está sendo comprado, fazer uma pesquisa e ficar atento à publicidade enganosa. Caso o consumidor se sinta lesado, ele pode e deve procurar uma de nossas unidades”, ressalta o diretor executivo.

Leandro também alerta sobre a necessidade de exigir sempre a nota fiscal e verificar a política de trocas da empresa. Trocar itens em promoção e em perfeito estado são liberalidades da empresa, quando o produto for comprado em estabelecimentos físicos. Por isso, é importante conhecer a política de cada loja. Já fora do estabelecimento, seja on-line ou pelo telefone, o consumidor, após a entrega do produto, tem até sete dias para arrependimento e cancelamento da compra.

Atendimentos

Para realizar denúncias ou obter mais informações e orientações, o consumidor pode entrar em contato pelos telefones 0800 082 4567 ou no WhatsApp (82) 98882-8326.

Para quem prefere atendimento de forma presencial, pode se dirigir em qualquer uma das unidades do Procon Maceió: no Centro Universitário Uninassau, no bairro Farol; na sede da antiga FAT, atual Centro Universitário Mário Pontes Jucá (UMJ), no Barro Duro; e na sede do Procon Maceió, na Rua Dr. Pedro Monteiro, 47, no Centro de Maceió.
O horário de funcionamento na sede do Procon Maceió é de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Já os núcleos da UMJ e Uninassau estão abertos ao público das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira.

Para formalizar as denúncias, é necessário entregar as cópias do RG, CPF, comprovante de residência e demais documentos que forem necessários para embasar as reclamações de abuso aos direitos do consumidor.

*Com Procon

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados