Covid-19: Alagoas registra mais 13 mortes e número de óbitos chega a 5.746

Redação*|
Covid-19
Covid-19 / Foto: AFP

Mais 63 novos casos de Covid-19 foram registrados em Alagoas nas últimas 24 horas. Dessa forma, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta segunda-feira (26), o estado tem um total de 228.442 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 1.370 estão em isolamento domiciliar. Outros 220.914 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 7.624 casos em investigação epidemiológica. 

Segundo a assessoria de Comunicação da Sesau, foram registradas 13 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 5.746 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 5.746 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres.Dos 5.738 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 3.181 eram do sexo masculino e 2.557 do sexo feminino.Eram 2.497 pessoas que residiam em Maceió e as outras 3.241 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Óbitos 

Das 13 mortes que foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, quatro vítimas eram da capital alagoana e nove do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram quatro mulheres de 45, 51, 64 e 91 anos. A mulher de 45 anos tinha imunossupressão e morreu no Hospital Vida, em Maceió; a mulher de 51 anos, tinha doença cardiovascular crônica e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 64 anos era obesa e morreu no Hospital Vida, em Maceió; a mulher de 91 anos era diabética, hipertensa e morreu na Santa Casa, em Maceió.

Em relação às nove vítimas que residiam no interior do Estado, eram dois homens de 46 e 53 anos e sete homens 33, 47, 54, 61, 62, 70 e 78 anos. O homem de 46 anos, era de Taquarana, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Djaci Barbosa, em Arapiraca; o homem de 53 anos, era de Campo Grande, tinha diabetes, hipertensão, doença renal crônica e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; a mulher de 33 anos, morava em Atalaia, era gestante e morreu no Hospital Universitário (HU), em Maceió; a mulher de 47 anos, era de Arapiraca, tinha câncer de cérebro e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; a mulher de 54 anos, era de Rio Largo, tinha diabetes, doença arterial obstrutiva periférica e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 61 anos, era de Joaquim Gomes, tinha doença cardiovascular, doença respiratória crônica e morreu em seu domicílio; a mulher de 62 anos, era de Joaquim Gomes, não tinha comorbidades e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 70 anos, residia em Arapiraca, tinha doença cardiovascular crônica, hipertensão, era ex-tabagista e morreu no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca; e a mulher de 78 anos, era de Limoeiro de Anadia, não tinha comorbidades e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Leitos de Covid-19 do Estado

Dos 1.488 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 436 estavam ocupados até às 16 horas desta segunda-feira (26/7), o que corresponde a 29% do total. 

Atualmente, 185 pacientes estão em leitos de UTI, 15 ocupando leitos intermediários e 236 em leitos de enfermaria. 

*Com assessoria

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados