Corpo de vigilante morto em atropelamento na Fernandes Lima é liberado para sepultamento

Redação|
Pedro Alves de Souza Júnior
Pedro Alves de Souza Júnior / Foto: Reprodução / Redes Sociais

Foi liberado para sepultamento o corpo do vigilante que morreu atropelado pelo bancário Sérgio Praxedes, na manhã desta sexta-feira (23), na Avenida Fernandes Lima, em Maceió. 

Pedro Alves de Souza Júnior, 31 anos, teve o corpo liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) e será sepultado neste sábado (24), no Parque Memorial, no Bairro do Benedito Bentes, parte alta de Maceió.

De acordo com informações de familiares, Pedro era casado e tinha quatro filhos. Ele seguia para o trabalho quando foi atingido pelo veículo Jeep Renegade, conduzido pelo bancário Sérgio Praxedes, que invadiu a contramão da Avenida Fernandes Lima, no sentido Tabuleiro/ Centro. Outras duas pessoas estão internadas no Hospital Geral do Estado (HGE), uma delas em estado grave.

Após provocar o acidente, o bancário ainda tentou deixar o local, mas foi detido por militares da assessoria militar do Tribunal de Contas e estava visivelmente embriagado. 

Motoristas que passavam pelo local do acidente relataram que o carro “rodou” na pista e saiu atingindo as motos. 

O condutor do carro, foi levado para a Central de Flagrantes, onde foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio culposo na direção de veículo automotor e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Sérgio Praxedes está preso à disposição da Justiça.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados