Armas e materiais ilícitos são apreendidos em operação de combate à caça de animais silvestres no interior

Redação*|
Material apreendido por militares do BPA.
Material apreendido por militares do BPA. / Foto: PM

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) apreendeu sete armas de fogo e diversos materiais ilícitos durante a Operação Curupira. A ação teve como objetivo coibir a caça de animais silvestres e ocorreu entre os dias 20 e 21 de julho, nos municípios de Murici e Flexeiras, localizadas no interior de Alagoas.

Durante a quarta-feira (21), os policiais foram até um acampamento onde encontraram quatro armas de fogo, na Reserva Particular do Patrimônio Natural Santa Maria, no município de Murici, que foram apreendidas e encaminhadas para o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da cidade.

Dando seguimento à operação, as guarnições foram até o município de Flexeiras, onde os militares encontraram com um dos alvos da ação duas armas de fogo, 18 munições de diversos calibres, seis canos de caça e um tatu. Os autores foram encaminhados para a delegacia de flagrantes da região, onde foram realizados os procedimentos legais.

Foto: PM

Já nesta terça-feira (20), durante fiscalização na Área de Proteção Ambiental (APA) de Murici, os agentes apreenderam uma espingarda calibre 32, 12 munições de diversos calibres, 57 espoletas, uma certa quantidade de pólvora e diversas esferas de chumbo, no povoado Fazendinha. O proprietário do material apreendido foi conduzido para unidade policial.

A ação aconteceu em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA).

*com PM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados