AL registra redução de 18% nos casos de crimes violentos letais e intencionais

Redação|
Viatura da Polícia Civil
Viatura da Polícia Civil / Foto: Ascom PC

Em coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (9), o governador Renan Filho e o secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar, falaram sobre os números de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) no estado, que alcançaram a maior redução da década. De janeiro a junho, com relação aos crimes violentos letais e intencionais, Alagoas teve uma redução de 18% em comparação ao ano anterior. 

De acordo com Alfredo, o Brasil passou alguns anos em ritmo de crescimento, mas Alagoas fez o caminho inverso com relação ao número de homicídios. “Hoje a gente está com uma redução acima de 50%. A redução em Maceió é ainda mais acentuada, chegando a 66%”, afirmou.

Ele informou que, pela primeira vez, Alagoas teve uma sequência abaixo de 90 homicídios por mês. Quando o atual governo assumiu eram 240 por mês. "Tínhamos números alarmantes de homicídios no início do governo do Renan, mas com a estruturação conseguimos números melhores do que o esperado”.

De janeiro a junho, Alagoas também apresentou uma redução de 162% no número de drogas apreendidas; 19% nas armas; 44% no roubo a transporte de coletivo urbano; 20% no roubo de veículos e 7% no roubo de veículos (moto).

O governador destacou que Alagoas é o estado com maior sucesso na redução de assaltos em coletivos, que é o que mais prejudica o  trabalhador. Segundo ele, isso é resultado de um trabalho conjunto com as companhias de ônibus. 

“Praticamente zerou assaltos em coletivo. Nossa capital transporta 250 mil pessoas por dia, então é um dos serviços mais demandados pela população”, alegou.

Renan declarou que a diminuição nos números da criminalidade é resultado de políticas de governo que deram certo e ressaltou a importância do trabalho integrado. Por isso, irá ampliar o programa Ronda do Bairro e levará o serviço para Arapiraca, no Agreste do estado. 

Alfredo falou também sobre os resultados das apreensões de drogas, que resultam na redução da criminalidade. Ele destacou a importância da estruturação para as melhorias na segurança, que recebeu quase 250 veículos entregues e 3 mil armas entregues em 2021.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados