Iphan diz que obras do Aeroporto de Maragogi não foram paralisadas e que ossada encontrada tem 'potencial arqueológico'

Redação|
Foto: Cortesia

Em nota enviada ao Cada Minuto, nesta sexta-feira (19), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) esclareceu informações sobre as obras do aeroporto de Maragogi, sobre as quais informações apontavam que haviam sido paralisadas, após uma ossada ter sido encontrada no terreno.

De acordo com o Iphan, o órgão não paralisou as obras do aeroporto Costa dos Corais, em Maragogi e não houve nenhum embargo por parte do Instituto.

Ainda segundo a instituição, a ossada foi descoberta por um arqueólogo da construtora e trata-se de um material com “potencial arqueológico”.

Na última quinta-feira (17), o Instituto realizou uma vistoria no local e constatou que os achados aparentemente não apresentam características de material arqueológico. O Iphan informou ainda que um processo público deverá formalizar a origem do material.

A obras do Aeroporto de Maragogi foram iniciadas em fevereiro deste ano, com um aporte financeiro, orçado em cerca de R$ 120 milhões, com recursos próprios do Tesouro Estadual alagoano.

O Aeroporto Costa dos Corais contará com um terminal de embarque e desembarque de passageiros, pista de pouso e decolagem de 2.200 metros de extensão, além de um pátio para abrigar duas aeronaves simultaneamente. A área total do empreendimento é de 340 hectares.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados