Tereza Nelma, em Plenário, cobra medidas para o caso Mariana Ferrer

Assessoria|
Tereza Nelma
Tereza Nelma / Foto: Assessoria

A Deputada Federal Tereza Nelma (PSDB-AL) e também Procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados, pediu celeridade para o processo de Mariana Ferrer, vítima de estupro, na terça-feira, durante a Sessão no Plenário. Nelma também usou suas redes sociais para repercutir o assunto.

O caso teve repercussão nacional mas até agora nenhuma resolutividade. A parlamentar afirmou que Mariana é vítima de um inquérito policial e processo criminal eivado de irregularidades e vícios. “A Procuradoria da Mulher expediu 13 ofícios aos órgãos competentes para que todos os fatos alegados pela vítima fossem apurados e que todas as providências legais cabíveis fossem tomadas. Mesmo com todas essas denúncias e com as providências tomadas por esta Procuradoria, o réu foi absolvido em 1ª Instância por falta de provas”, ressaltou Tereza.

Atualmente o processo da Mari Ferrer está com o Desembargador Relator Ariovaldo Ribeiro da Silva, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

A defesa da jovem diz que, desde o ocorrido, ela vem sofrendo ameaças e foi diagnosticada com estresse pós-traumático. Segundo laudos médicos enviados à Procuradoria da Mulher da Câmara, ela está apresentando tensão, crise de ansiedade, fobia social, síndrome do pânico, transtorno depressivo e privação de sono, sendo sua condição agravada pela exposição do caso na mídia. A deputada lamentou a situação e clamou por justiça. “Peço que a justiça cumpra seu papel, que faça o processo de Mariana andar pra que ela possa seguir adiante”, disse Tereza.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados