Internet
Câmara dos Deputados votou nesta quarta-feira (02) sobre a denúncia de crime de corrupção contra Temer

Ao que tudo indica, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), pode colocar em votação antes do recesso parlamentar de junho a Propostas de Emenda Constitucional (PEC) que prever um novo modelo eleitoral no país.  

Conhecido como distritão, a proposta já foi rejeitada duas vezes, devido ao empenhos dos diretórios dos partidos, e favorece muito os próprios candidatos. E com isso, esse modelo de eleição conta com mais apoio na Câmara, que elege os deputados mais votados independentemente do desempenho dos partidos.

Os próprios parlamentares estão "pressionando" Lira com diversos pedidos para que a pauta entre em votação. 

No sistema de eleições atual as cadeiras de cada unidade da Federação na Câmara são dividas de acordo com a votação dos partidos. As vagas conquistadas pelas siglas são dividas entre seus filiados mais votados.