Foto: Assessoria
Tereza Nelma

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados promoveu ontem (03), uma audiência pública sobre detecção precoce e controle do câncer no SUS. A deputada Tereza Nelma foi a idealizadora do evento com o intuito de informar aos representantes dos estados e municípios e a sociedade civil sobre a disponibilidade de recursos pra ações de prevenção, detecção precoce e controle de câncer durante a pandemia. Para isso é necessário que os estados e municípios criem um plano de trabalho dentro do prazo estabelecido para que não haja a devolução do recurso.

A Portaria de dezembro do ano passado institui incentivo financeiro no montante de R$ 150 milhões.

Tereza Nelma destacou dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) que mostram a redução dos procedimentos eletivos, incluindo o rastreamento de câncer. "Foram suspensos em 41% dos países pela necessidade de priorização das urgências e redução do risco de disseminação do novo coronavírus nos serviços de saúde. Por isso, foi instituído em caráter excepcional e temporário o incentivo financeiro federal de custeio para essas ações de prevenção ao câncer", explicou a deputada.

Foram convidados para o debate o assessor parlamentar do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Leonardo Moura Vilela;

o diretor do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Hisham Mohamad Hamida e a diretora do Departamento de Atenção Especializado, Maíra Botelho.