Assessoria
Cibele Moura

A deputada estadual Cibele Moura (PSDB) criticou de forma severa a decisão do governo do Estado de incluir reeducandos nos novos grupos prioritários a receberem a vacinação contra a Covid-19. Durante sessão na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE/AL), a parlamentar se mostrou surpresa com a decisão e afirmou que saber da prioridade de presos sobre pessoas “honestas” a deixa indignada. 

“É isso que me indigna. A gente saber que preso vai ter prioridade acima de pessoas que trabalham todos os dias de maneira honesta. É uma lógica invertida que eu não consigo entender", disse a deputada.

Cibele Moura ressaltou não ser contra a vacinação de reeducandos, mas disse que não consegue entender a inclusão deles no grupo prioritário.

“Confesso que senti indignação quando vi que presos acima de 18 anos seriam prioridade nesse momento. Não que eu seja contra a vacinação dessas pessoas. Defendo a vacinação de todo e qualquer brasileiro. O que eu não consigo entender é a prioridade", completou.

A parlamentar relatou que se sentiu emoção ao saber da chegada de novas doses e que os profissionais de educação passariam a ser vacinados, pois, segundo ela, a pauta vem sendo defendida na ALE, para que possibilite o retorno das aulas presenciais.

Diante das críticas, Cibele disse que, a seu ver,  a prioridade deve ser para trabalhadores como “transportadores, garis, que não puderam parar e quem precisa pegar ônibus todos os dias”.