Foto: Divulgação
Flexal de Baixo, Flexal de Cima e a Rua Marquês de Abrantes, no bairro de Bebedouro, são as novas áreas inseridas pela Defesa Civil de Maceió.

Mais três áreas afetadas por afundamento de solo foram inclusas pela Defesa Civil de Maceió no Mapa de Linhas de Ações Prioritárias. Conforme anunciado pelo órgão nesta terça-feira (4), as regiões Flexal de Baixo, Flexal de Cima e a Rua Marquês de Abrantes, no bairro de Bebedouro.

Segundo o município, as áreas já estavam sendo monitoradas pela Defesa Civil e a inclusão ocorre devido ao isolamento da população. 

“Essas áreas não foram atingidas pela criticidade, mas os moradores foram atingidos socialmente, estão ilhados", explicou o prefeito de Maceió, JHC, durante a inauguração do Centro de Acolhimento e Triagem (CAT) do bairro do Pinheiro, na manhã desta terça-feira.

Os bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto foram inclusos, na época, devido à situação crítica das localidades.

O CAT, inaugurado no bairro do Pinheiro, oferecerá atendimento psicossocial para a população realocada dos bairros afetados pelas rachaduras e afundamento de solo em Maceió. Ainda segundo a Prefeitura, o local tem capacidade de atender até 6 mil pessoas, em caso de tragédia.