Pela terceira edição consecutiva, uma aluna do Colégio Militar Tiradentes do Agreste, localizado em Arapiraca, conquista a etapa estadual do Concurso Internacional de Redação de Cartas para Jovens. A estudante da 8ª série do Ensino Fundamental, Kalyne Rose da Silva, de 13 anos de idade, conquista a 1ª colocação estadual e representará Alagoas na etapa nacional, cujo resultado será conhecido na próxima quarta-feira (5), onde serão selecionadas as três melhores cartas. A primeira colocada irá representar o Brasil na fase internacional.

“Participar desse concurso foi uma experiência surreal. Eu não esperava ser escolhida, primeiramente para representar a escola, muito menos representar Alagoas. Uma experiência incrível e eu estou muito feliz de ter conseguido essa conquista. Estou muito grata, primeiramente a Deus, à minha família, à minha mãe pelo incentivo, e à escola, pelo aprendizado.”, comemora Kalyne.

Em 2018 e 2019 a vencedora da etapa estadual foi a estudante Camille de Souza Doarte, ficando, respectivamente, na 17ª e 13ª colocação nacional. É o que explica Lucely Melo, a professora orientadora tanto de Camille quanto de Kalyne.

“É nossa terceira vitória e podemos dizer que consecutiva, uma vez que a edição de 2020 não aconteceu. A escola chegou a enviar as duas cartas selecionadas. Para nós o resultado era esperado, uma vez que já vínhamos de vitória por dois anos consecutivos, com a mesma aluna”, comemora Lucely.

Boas práticas 

Ainda segundo a docente, o investimento na participação de concursos como este é uma prática da Unidade, de forma interdisciplinar. “A gente sempre trabalha na escola todos esses concursos: Olimpíada de Língua Portuguesa, o Concurso de Cartas dos Correios, o Jovem Senador, entre outros. A gente sempre impulsiona o aluno a buscar, na escrita, exatamente uma maneira de se identificar com o mundo, de dar voz a sua fala, a sua interpretação de mundo, a sua cultura, seu estar no mundo, o ser social dando voz e desenvolvendo suas habilidades na escrita. Isso faz parte do nosso dia a dia, não só em Língua Portuguesa, mas em outras disciplinas, nós temos sempre esse ideal, de movimentar a escola, de movimentar o aluno, em todas as áreas do conhecimento, para que eles possam crescer, efetivar o conhecimento e perceber a capacidade que eles têm”, pontua a professora.

A conquista também é celebrada pelos gestores do Colégio Militar do Agreste. “A direção do Colégio Tiradentes Unidade Agreste, nas pessoas do Major Vailton Ursulino, do Capitão James Vital e da diretora pedagógica Tatiana Lessa parabenizam a aluna Kalyne Rose pelo excelente resultado, atingindo o primeiro lugar no concurso de cartas dos Correios. Parabenizamos a professora Lucely por ter preparado e orientado a aluna durante o concurso. O CPM, por meio de seu primoroso corpo docente em conjunto com a disciplina e o respeito oriundos da Polícia Militar, vem alcançando grandes resultados na área educacional alagoana, haja vista ser a terceira vez que o CPM/Agreste conquista o primeiro lugar neste mesmo concurso de redação”, celebrou o Capitão James Vital.

A diretora pedagógica Tatiana Lessa complementa. “Gostaríamos de agradecer a participação e o empenho de todos os participantes, sobretudo aos nossos professores, por acreditarem e motivarem os nossos alunos em participarem em concursos e Olimpíadas, onde já somos referência. E abraçar, em nome de toda equipe CPM, a nossa aluna Kalyne, por estar nos representando brilhantemente”, destacou Tatiana.

Edição 2021

Essa é a 50° edição do Concurso Internacional de Redação de Cartas para Jovens, que teve como tema: “Escreva uma carta a um familiar contando sobre sua experiência da Covid-19". O Concurso é promovido pela União Postal Universal (UPU), sediada em Berna, na Suíça e no Brasil, a realização do concurso fica a cargo dos Correios. Participam da iniciativa alunos de 12 a 15 anos, de Escolas Públicas e Privadas. Cada escola seleciona até duas cartas.

O objetivo do concurso é estimular a escrita e a alfabetização por meio da arte epistolar (cartas de natureza pessoal ou artística). Incentiva a expressão da criatividade e o desenvolvimento dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.