Blog do Vilar
Blog do Vilar

De olho no governo estadual, Marcelo Victor pode ingressar no no PSL em Alagoas

Lula Vilar|
Marcelo Victor
Marcelo Victor / Foto: Divulgação

O presidnete da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor (Solidariedade), trabalha para alçar um voo mais alto em 2022, conforme informações de bastidores. Marcelo Victor costura sua saída do Solidariedade e pode passar a comandar o PSL no Estado, agora oficialmente. 

O foco é a próxima disputa eleitoral. 

O deputado estadual – que tem extrema força política dentro da Casa de Tavares Bastos – pode se fortalecer com uma possível candidatura do atual governador Renan Filho (MDB) ao Senado Federal. 

Marcelo Victor, pela relação que tem com os pares, conseguirá emplacar o “governador tampão” por meio da eleição indireta. Essa costura política pode ainda envolver uma aliança com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas). 

Mas, o caminho a um posto mais alto do poder não pararia por aí, conforme as informações dos bastidores. Marcelo Victor indicaria o “tampão” e articularia sua própria candidatura, por meio do PSL, ao Executivo estadual em 2022. 

Assim, Marcelo Victor conseguiria articular, em torno de si mesmo, o apoio da maioria dos deputados estaduais e da máquina pública, uma vez que o governador indicado seria o seu aliado. 

Resta saber se Marcelo Victor tem capilaridade eleitoral para essa empreitada, uma vez que – até aqui – sempre disputou apenas a cadeira do Legislativo. 

O que começou a mudar os planos de Marcelo Victor, ainda conforme fontes, foi a decisão, no Supremo Tribunal Federal (STF), que impede a sua reeleição à presidência da Casa de Tavares Bastos, caso renovasse o mandato legislativo. 

No bloco de Marcelo Victor, ainda pode caber uma aliança com o senador Fernando Collor de Mello (PROS), que é candidato à reeleição. 

O desafio de Marcelo Victor é conquistar a opinião pública, pois a disputa majoritária é outra história… Vale lembrar, em épocas passadas, da candidatura do empresário e industrial João Lyra ao governo do Estado. 

Na época, Lyra teve em seu palanque a maioria das forças políticas de Alagoas, mas acabou naufragando ainda no primeiro turno e perdeu a eleição para o ex-governador Teotonio Viela Filho (PSDB). 

É certo que cada eleição tem sua história, mas o nome de Marcelo Victor até então sequer era cogitado nessa disputa pelo Palácio República dos Palmares, mas agora já surge como um possível aglutinador das forças políticas. 

Até que ponto isso pode fazer a diferença? É uma resposta a ser dada pelo tempo…

SOBRE O AUTOR

Blogueiro do Cada Minuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados