Marcelo Bastos
Marcelo Bastos

Alagoas sempre escrevendo a história do país.

Marcelo Bastos |

O Estado de Alagoas, apesar de ser a segunda menor renda per capita e sendo o segundo menor em extensão territorial do país, no que diz respeito à questão política, sempre esteve na vanguarda.

Alagoas começou a se destacar na história da política do país com os Marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto, que foram respectivamente os dois primeiros presidentes do Brasil, sendo Deodoro o proclamador da República.

No período negro da ditadura militar, o senador Teotônio Vilela foi o político que mais se destacou contra o estado de exceção, desfraldando a bandeira da redemocratização, o que o configurou como porta-voz do processo de distensão e como a principal liderança em oposição ao sistema. Vilela passou a usar a tribuna do Senado com discursos contundentes em favor da redemocratização do país.

Em setembro de 1983, os compositores Milton Nascimento e Fernando Brant lançaram em homenagem a Teotônio a música o Menestrel das Alagoas, transformada em verdadeiro hino das "Diretas Já" pela cantora Fafá de Belém. 

Teotônio Vilela foi um "viajante" que espalhou a esperança, falando a língua do povo, como ninguém fala mais.

Fernando Collor conhecido como o "caçador de marajás", quando governador de Alagoas, passou a ser o destaque na grande imprensa nacional graças a essa postura de "guardião da moral", Collor fez uso de uma elaborada estratégia de marketing focada nos temas que mais preocupavam a população naquele momento. Seu discurso refletia os interesses da população, de acordo com as pesquisas dos institutos especializados. Diante da popularidade alcançada em todo território nacional, Collor criou o inexpressivo partido PRN e se elegeu pelo voto popular em 1989, tornando-se o primeiro presidente do Brasil, após o regime militar.

Outro grande protagonista da história, Renan Calheiros, iniciou a sua trajetória política no final da década de 70, quando ainda era estudante universitário e já mostrava sinais desse protagonismo. Notabilizou-se no Governo do presidente Collor como o líder do governo na Câmara Federal, no Governo de FHC, como ministro da Justiça e três vezes como Presidente do Congresso Nacional. O senador Renan Calheiros, ao longo dos seus mais de 40 anos de vida pública, passou a ser um dos políticos mais influentes do Brasil.

Outro alagoano a ser ressaltado, o viçosence Aldo Rebelo, apesar de ter construído a sua trajetória política no Estado de São Paulo, tornou-se um dos políticos mais importantes do Brasil pós-ditadura. Foi uma das maiores lideranças do movimento estudantil, chegando à presidência da UNE, foi presidente da Câmara Federal e quatro vezes ministro de Estado.

Vale destaca também no Governo Temer, Alagoas foi agraciada com a nomeação dos deputados federais Maurício Quintella como ministro dos Transportes, Portos e Aviação e Marx Beltrão como ministro do Turismo.

No dia 1 de fevereiro de 2021, Alagoas volta, mais uma vez, as manchetes da grande imprensa brasileira com a vitória do deputado federal Arthur Lira para a presidência da Câmara Federal.  O deputado é um dos principais líderes do Centrão e foi eleito com 302 votos dos 513 deputados, vencendo a disputa no primeiro turno.

  O que ainda escreverá na história do país o nosso Estado de Alagoas?

SOBRE O AUTOR

Marcelo Bastos é professor, escritor e um grande especialista em eleições no Estado de Alagoas. Em 2017 o analista político Marcelo Bastos publicou seu primeiro livro sobre eleições em Alagoas com o título “Eleições em Alagoas 1978 a 2016”. Nas eleições para Vereador de 2012, no município de Maceió, acertou 100% das suas previsões. Nas eleições de 2014, Marcelo Bastos, para deputado Estadual e Federal, acertou os 9 deputados federais eleitos e das 27 vagas para Assembleia Legislativa, acertou 25 dos Deputados Estaduais eleitos. Nas eleições para Vereador de 2016, em Maceió, das 21 vagas existentes para a Câmara Municipal, acertou 19 dos vereadores eleitos. Nas eleições de 2018, Marcelo Bastos, para deputado Estadual e Federal, acertou 7 dos deputados federais eleitos das 9 vagas existentes e das 27 vagas para Assembleia Legislativa, acertou 25 dos Deputados Estaduais eleitos. Todas essas previsões foram publicadas em alguns portais e jornais da nossa capital.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados