Assessoria
Vereadora Teca Nelma

Em ofício encaminhado nesta sexta-feira (22) ao prefeito de Maceió, JHC, a vereadora Teca Nelma manifestou preocupação quanto a ausência das pessoas com deficiência no grupo prioritário da vacinação do Coronavírus. Nele, a vereadora pede urgência na preferência, assim como a reserva de 10% das doses de imunizantes para a vacinação desse grupo. Além disso, reforçando a iniciativa, Teca Nelma também protocolou na Câmara Municipal de Maceió um projeto de lei que determina essa prioridade.

 

“Infelizmente as pessoas com deficiências não foram reconhecidas enquanto prioridade no plano de imunização nacional, apresentado pelo Ministério da Saúde, apesar de reconhecidamente deterem um alto grau de comorbidades crônicas.  A saúde das pessoas com deficiência não pode se negligenciada pela sua condição. Precisamos adotar medidas para protegê-las em situações de risco, emergência ou calamidade pública, a exemplo da que vivemos agora.”, disse ela.

 

No oficio, Teca Nelma indicou uma série de medidas ao prefeito, com o objetivo de beneficiar a  saúde pública municipal e tornar menos frágil o quadro emocional e fisiológico das pessoas com deficiência em nossa capital. Além da prioridade na vacinação, a vereadora solicita a  necessidade de reserva de 10% das doses de imunizantes recebidas, para a vacinação das pessoas com deficiência.

 

Ainda no ofício, assim como no Projeto de lei protocolado na Câmara Municipal, Teca Nelma determina a necessidade da Secretaria Municipal de Saúde de organizar com urgência um cronograma de atendimento específico para esse grupo, em todas as unidades e postos de saúde. Inclusive com conteúdo em formato acessível (Braile/Libras), garantindo assim o pleno acesso a todas as especificidades. Além da ampliação do horário normal de vacinação para o atendimento de todas as pessoas com deficiência, de modo efetivo e satisfatório.

 

Agora, o projeto segue para tramitação e irá para votação em plenário no retorno das sessões legislativas da Câmara Municipal.