Internet
Ex-deputado Carimbão

Após a baixa e inexpressiva votação do candidato a vereador pelo MDB e ex-deputado Carimbão, a caneta das exonerações lá na secretaria que ele comanda, de Prevenção à Violência (Seprev), começou a trabalhar com força.

Isso porque, se esperava, que o candidato do MDB, que sempre teve uma grande votação, tivesse um pouco mais de votos, ainda mais quando se tem um trabalho social e uma pasta sob o seu comando.

Apesar das expectativas, a trituração se tornou uma realidade e agora, a cobrança dos votos veio baseada em exonerações que já começaram a ser comunicadas dentro da secretaria. "Salve-se quem puder”.

O candidato do MDB teve 2.474 votos e é o sétimo suplente.

Na tentativa de tangenciar dos fatos, a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) informou por meio de nota que a Seprev repudia qualquer tipo de perseguição política de seu quadro técnico, não existindo qualquer possibilidade de exoneração motivada pelos resultados das eleições do último domingo. 

Ainda segundo a nota, a titular da pasta, Esvalda Bittencourt, pontuou que esta prática de perseguição nunca existiu e nunca irá existir. “Nunca perseguimos politicamente nenhum de nossos colaboradores, independente de resultado de qualquer eleição, seja no passado, no presente ou no futuro. Apoiamos sim o nosso amigo e então candidato a vereador Givaldo Carimbão, mas tudo foi feito de forma voluntária porque defendemos a liberdade de escolha e de expressão. Cada um tem a sua própria vontade e isso será sempre defendido”, disse.

Dito tudo isto, a Seprev reitera o seu compromisso com a verdade e com a liberdade de escolha e de expressão de todos os seus colaboradores, tão fundamentais para o desenvolvimento dos brilhantes trabalhos e resultados alcançados nos últimos anos referente à prevenção da violência em Alagoas. 

Nota na integra: 

A Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) vem por meio desta nota desmentir as informações de uma matéria publicada, na manhã desta quarta-feira (18), na Coluna Labafero do portal Cada Minuto.

A Seprev repudia qualquer tipo de perseguição política de seu quadro técnico, não existindo qualquer possibilidade de exoneração motivada pelos resultados das eleições do último domingo. Toda e qualquer afirmação de encontro a esta realidade não passa de especulação e Fake News.

Segundo a titular da pasta, Esvalda Bittencourt, esta prática de perseguição nunca existiu e nunca irá existir. “Nunca perseguimos politicamente nenhum de nossos colaboradores, independente de resultado de qualquer eleição, seja no passado, no presente ou no futuro. Apoiamos sim o nosso amigo e então candidato a vereador Givaldo Carimbão, mas tudo foi feito de forma voluntária porque defendemos a liberdade de escolha e de expressão. Cada um tem a sua própria vontade e isso será sempre defendido”, disse.

Vale salientar ainda que, após o resultado desta eleição, já na última segunda-feira (16), foi realizada uma reunião com grande parte dos colaboradores, que se dispuseram de forma espontânea, para agradecimento ao apoio dado nesta campanha. “Neste momento, o nosso amigo Carimbão teve a hombridade de agradecer a todos e mais uma vez deixou claro que em nosso grupo não existe perseguição. Carimbão e eu sempre deixamos claro que não existem cabos eleitorais em nossa equipe, existem profissionais capacitados e dedicados e isso é o que importa para o bom funcionamento da Seprev. Esta atitude ficou muito clara durante todo o processo de campanha”, salientou Esvalda Bittencourt.

Dito tudo isto, a Seprev reitera o seu compromisso com a verdade e com a liberdade de escolha e de expressão de todos os seus colaboradores, tão fundamentais para o desenvolvimento dos brilhantes trabalhos e resultados alcançados nos últimos anos referente à prevenção da violência em Alagoas.