A imagem da padroeira de Lagoa da Canoa, Nossa Senhora Aparecida, sumiu, desapareceu, escafedeu-se. A população da cidade perdeu a esperança de tê-la de volta, após ela ter sido retirada da garagem municipal e levada para ser ‘sepultada’, segundo relatos de um gari, que não quer ser identificado. 

Não bastasse os fiéis terem vivido o dia da Padroeira do Brasil, em 12 de Outubro, com sentimento de dor e tristeza por relembrarem que a imagem, que também simbolizava o cartão postal de Lagoa da Canoa, ter sido retirada da praça central em 2018, meramente por questões políticas e colocada numa garagem. Desta vez, a Santa foi retirada do local e levada para ser ‘enterrada’ em local ainda desconhecido. 

Até hoje, o ato da prefeita foi entendido como falta de respeito e uma afronta à Igreja Católica, mas os fiéis ainda tinham a esperança de que a imagem fosse colocada noutro espaço público, já que estava sob a custódia da administração embaixo de uma lona na garagem municipal. No entanto, desta vez ela foi retirada e jogada num caminhão e seu destino seria uma ‘cova’ para enterrar de vez as esperanças dos devotos de Lagoa da Canoa.