Foto: Google
Junqueiro

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu, nesta sexta-feira (30), André Luiz Pereira da Silva, pai do candidato a prefeito do município de Junqueiro, Leandro Silva.

André Luiz estava foragido da Justiça desde 2017, quando foi condenado pelo assassinato de Hélio Maurício da Silva, em março de 2005. A esposa de André, Rejane Maria da Silva, também teria participado do crime.

Segundo informações policiais, o casal foi condenado a 13 anos e 4 meses de prisão, em regime fechado. O crime aconteceu no dia 4 de março e na frente de diversas testemunhas.

Ainda segundo à polícia, no dia do crime, André Luiz e Rejane Maria estavam acompanhados dos filhos e teriam discutido com a vítima sobre um suposto furto de uma carteira.

Conforme as investigações, Rejane teria usado uma faca e desferido 17 facadas no corpo de Hélio Mauricio, enquanto André Luiz e um dos filhos o seguravam.

O casal fugiu do local, em um caminhão, após perceber que a vítima estava morta. Na fuga passaram com o veículo por cima do cadáver.

Quinze anos após o crime, André Luiz, que era considerado foragido e tinha mandado de prisão em aberto, expedido pelo juiz Allysson Jorge Lira de Amorim, da Comarca do município de Teotônio Vilela, em junho deste ano, acabou sendo preso pela Polícia Civil pernambucana.

A esposa dele, Rejane Maria cumpre prisão domiciliar.