Dois vereadores do município de São Brás foram presos em uma operação da Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (28), acusados de desviar verba da Câmara Municipal. Mais três servidores públicos também foram detidos pelos policiais. 

Entre os presos está o presidente da Câmara de São Brás, Antônio Bezerra Filho, e o vereador Klinger Quirino. Os policiais cumpriram mandados de prisão em Maceió, São Brás e Porto Real do Colégio. 

A operação ocorreu após investigação realizada pela Delegacia de Roubos da Capital (DERC) e Delegacia de Combate aos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (DECCOTAP), sob coordenação dos delegados Thiago Prado e Antônio Edson, os mandados de prisão, busca e apreensão foram expedidos pela 17a Vara Criminal da Capital.

De acordo com os delegados, até o momento foram presas cinco pessoas, sendo dois vereadores e três servidores da Câmara Municipal, além do cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Brás, Porto Real do Colégio e no condomínio Aldebaran, em Maceió. Foram apreendidos diversos documentos de cunho eleitoral, três armas de fogo e alta quantia em espécie.

A operação contou com o apoio operacional de equipes da Gerência de Polícia Judiciária da Região 1 (GPJ1), Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Asfixia e Tático de Grupos de Resgate Especial (Tigre), da Polícia Civil.

Detalhes do caso e da operação serão passados posteriormente, tendo em vista que a operação segue em curso ao longo do dia com análise das provas coletadas e tomada de depoimentos dos suspeitos presos.