Foto: Reprodução

Um candidato a prefeito e um candidato a vereador por Maceió estão organizando mutirão de cirurgia de catarata em um grande hospital da capital. A informação foi encaminhada por populares a esta coluna neste sábado (19).

Conforme a denúncia, os candidatos oferecem a cirurgia para pessoas com o problema na visão em troca de voto, o que caracteriza crime eleitoral.

Mutirões de cirurgia de catarata acontecem em todos os estados do país. No entanto, a ação, mesmo organizada e oferecida pelo setor ou gestores públicos, não pode ser utilizada para barganhar votos ou para promover candidatos. Além disso, a realização das cirurgias é concretizada com recursos públicos.

Segundo a lei eleitoral, a captação ilícita de sufrágio (compra de votos) é um ilícito punido com a cassação do registro ou do diploma do candidato, além de multa, e inelegibilidade por oito anos.

Ainda segundo a denúncia, cirurgias estão acontecendo inclusive neste sábado.

Caberá aos órgãos responsáveis, Ministério Público, Justiça Eleitoral e Polícia Federal, a apuração dos fatos.