Assessoria
Dudu Ronalsa

Um requerimento protocolado pelo deputado estadual Dudu Ronalsa (PSDB) na última terça-feira (11) na Assembleia Legislativa prevê a criação de uma Frente Parlamentar contra a privatização das sete unidades da Petrobras em Alagoas. Dudu Ronalsa esteve reunido com representantes do movimento e é o primeiro parlamentar alagoano a defender a causa.

O deputado mostra preocupação com o assunto visto que a possível privatização da estatal põe em risco o emprego de centenas de trabalhadores alagoanos e impacta decisivamente na economia dos municípios.

Bruno Batista, técnico de operações da Petrobras e a advogada Aline Ramos estiveram com Dudu Ronalsa na Assembleia Legislativa mostrando os impactos que uma privatização pode causar em Alagoas. De acordo com dados do movimento, o impacto inicial econômico seria de R$ 175 milhões apenas na micro economia local, sendo que a estatal é responsável por cerca de 20% da economia do Estado.

Ainda segundo eles, outros fatores prejudicam o Estado com a possível privatização. São eles: desinvestimento no fundo social de Educação e Saúde; perda da capacidade de empregabilidade; perda da capacidade de investimento (o que seria o pré-sal e águas profundas); substituição de uma empresa estatal que tem como finalidade o interesse público na produção de Petróleo commodity energética base da indústria mundial, por uma empresa privada que visa apenas o lucro.

“É extremamente preocupante essa ideia de privatização das unidades da Petrobras no Estado. O prejuízo que pode ser causado aos municípios são enormes, pelo motivo de serem cidades que dependem dos royalties gerados pela atividade essencial da estatal”, diz o deputado Dudu Ronalsa. Ele está conversando com outros parlamentares na Assembleia para fortalecer a criação da Frente Parlamentar.