Ilustração
Cidade de Arapiraca

O delegado Filipe Caldas, titular da Delegacia de Homicídios de Arapiraca, concluiu e enviou à Justiça o inquérito que apurou o assassinato do morador de rua que foi morto a facadas, em um trecho da Rua Padre Cícero, ao lado do Hospital Regional daquela cidade.

O crime aconteceu no dia 16 de dezembro do ano passado, após o autor - já identificado e indiciado – ter discutido com a vítima e sua namorada.

Na ocasião, Raphael disse que iria tocar fogo no casal quando dormisse. O acusado, então, pegou a faca de um marchante, sem que este visse, e esfaqueou o morador de rua.

Pessoas que estavam no local lincharam o autor do crime, que chegou a ser levado à Unidade de Emergência do Agreste, de onde conseguiu fugir.

De acordo com as investigações, tanto acusado como vítima têm envolvimento com outros crimes. O autor do assassinato responde também por apropriação indébita, enquanto Raphael respondia por crimes de ameaça e roubo.

*com Ascom PC