Thiago Davino - Minuto Esportes
Rafael Tenório

Em entrevista ao portal Uol nesta quarta-feira (12), o presidente do CSA, Rafael Tenório disse que, já que houve o surto da Covid-19 no time -  com 18 jogadores infectados - seria melhor se todo mundo se contaminasse logo: “Eu não torço para ninguém pegar a doença, mas, já que teve esse surto, seria melhor se todo mundo já pegasse e ficasse imune logo", avaliou o empresário, que é também suplente do senador Renan Calheiros (MDB).

Na entrevista, além de defender a chamada “imunidade de rebanho” – desenvolvimento da imunidade por meio da própria doença – Tenório afirmou ser impossível saber de onde partiu o surto que deixou 25 pessoas infectadas no clube, sendo 18 atletas, seis funcionários e um membro da comissão técnica.

Rafael Tenório contou ainda que outros funcionários podem estar infectados, mas apenas os exames poderão confirmar.

Depois que os resultados dos testes para Covid-19 foram divulgados, na terça-feira (11), a partida contra a Chapecoense que ocorreria nesta quarta-feira foi adiada. Segundo o presidente do CSA, o jogo contra o Cuiabá, marcado para o próximo sábado (15), também deve ser adiado. O time só deve voltar a campo a partir do dia 18 deste mês.

Questionada pela reportagem, a possibilidade de o clube - que tem 31 jogadores inscritos na Série B - inscrever novos atletas no elenco, foi descartada pelo presidente, mesmo que isso possa significar o adiamento de outras partidas do campeonato. "Infelizmente, nós não temos condições financeiras de contratar mais atletas por enquanto. Isso não foi proposto ou pensado pelo nosso clube, porque realmente é inviável", concluiu Tenório.

 

*Com Uol