Foto: Tasso Ramon/Ascom Pilar
Imagem de Nossa Senhora do Pilar

Com uma imagem da padroeira Nossa Senhora do Pilar com mais de 20 metros e 45 peças da Via-Sacra feita pelo grande artista Capelense João da Alagoas, o Santo Cruzeiro e Complexo Cultural e Religioso Dilma Canuto será inaugurado nesta quinta-feira (06), às 11h, por meio das redes sociais. A inauguração vai contar com a presença do governador Renan Filho e da deputada estadual Fátima Canuto.

O prefeito Renato Filho reforçou a importância da inauguração do Santo Cruzeiro e disse que Alagoas vai ganhar um ponto turístico religioso. “Recebemos a imagem de mais de 20 metros que vai abençoar nossa cidade e o complexo cultural vai movimentar o turismo, e economia do nosso município. É com muita honra que vamos inaugurar esse novo Santo Cruzeiro que, historicamente, tem muita importância para o nosso povo”.

O gestor disse que nada disso seria possível sem o empenho e dedicação da deputada estadual, e sem o apoio do governador Renan Filho. “Ambos nos apoiaram desde a ideia do projeto até a inauguração do Santo Cruzeiro e entenderam quão fundamental ele vai ser para consolidar o Pilar como uma das cidades mais importantes para o turismo religioso”.

A deputada estadual Fátima Canuto disse que é uma alegria participar deste momento histórico para a cidade. “A fé marca a história desse povo pilarense. Sei que o Santo Cruzeiro chega num momento delicado como a pandemia, mas sei que essa inauguração vem para renovar nossa fé e derramar graças na cidade”.

O diretor de Cultura, Sérgio Moraes, explicou que o Santo Cruzeiro é o mirante que encanta a todos que visitam a cidade do Pilar, pela tamanha beleza, avistando-se toda a “cidade baixa” (Pilar Antigo), margeada pela belíssima Lagoa Manguaba.

“O madeiro da cruz foi erguido e construído pelos Jesuítas em 1918 pelo Padre Manoel Pacheco e sempre foi um local santo para os católicos pagarem suas promessas, muitas subindo a ladeira de barro de joelhos, amarrando fitas na cruz, colocando imagens, ex-votos e fotos por graças alcançadas”, contou.

No início dos anos 90, o madeiro foi substituído por uma cruz de concreto, onde ali habitavam algumas famílias que faziam vassouras e que foram relocadas para um novo conjunto habitacional.

“No ano 2018, no Centenário do Santo Cruzeiro, o prefeito Renato Filho apresentou um projeto fantástico para transformar o Santo Cruzeiro num grande complexo de fé e cultura para alavancar o turismo religioso, na cidade que tem como Padroeira Nossa Senhora do Pilar”, explicou Sérgio.