Assessoria
Penedo

Uma decisão da 2ª Vara Federal de Alagoas definiu que os enfermeiros não podem fazer a inserção do dispositivo intrauterino, o Diu, apenas no sistema de saúde do município de Penedo.

A decisão foi anunciada na quinta-feira, dia 23, após sustentação oral da procuradora do Conselho Regional de Enfermagem de Alagoas (Coren-AL), Gabriela Holanda, no julgamento do recurso de Agravo de Instrumento.

O presidente do Coren-AL, Renné Costa, reforça que essa ainda não é o julgamento final. “O Coren-AL se mantém firme e forte na defesa pelo amplo acesso aos métodos contraceptivos pela população, a fim de garantir os direitos sexuais e reprodutivos determinados em constituição”, destacou.

*com Assessoria