"Será um desafio fazer campanha durante a pandemia", diz Neno Freitas

  • Daniel Paulino*
  • 01/08/2020 07:48
  • Política
Foto: Assessoria
Neno Freitas

O Cada Minuto Entrevista desta semana conversou com o pré-candidato à prefeitura da cidade de Branquinha, Neno Freitas (MDB), que pontuou que "será um desafio para qualquer candidato fazer uma campanha durante uma pandemia". 

A cidade de Branquinha, que possui uma estimativa de cerca de 10.494 habitantes, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), está localizada há mais de 60 km da capital, na região da Zona da Mata.

Ainda segundo Neno, no passado, quando decidiu ser prefeito da cidade, o ex-gestor tinha ciência de que isso seria a missão de sua minha vida. “Então mais uma vez coloco meu nome à disposição”, afirmou. 

O pré-candidato já foi vice-prefeito e também prefeito por dois mandatos, assim como a sua esposa, Renata Freitas, que esteve no comando da prefeitura em 2010, quando a cidade teve que ser reconstruída, devido os estragos provocados pela cheia. 

Confira a entrevista: 

Por qual motivo o senhor quer voltar a ser prefeito da cidade de Branquinha? 

Tenho raízes muito forte na Branquinha, tanto eu como minha família, temos uma vida de serviços prestados em prol da população. Mesmo sem mandato, continuamos presente na cidade, tratando os problemas (que não são poucos), de forma séria e eficaz. Quando decidi ser prefeito, tinha ciência que isso seria a missão da minha vida. Então mais uma vez coloco meu nome à disposição para junto do meu povo reerguer nossa querida cidade. 

 

Em meio à pandemia e com algumas restrições, como o senhor avalia que será essa eleição? 

Sem dúvidas essa é uma pergunta muito difícil. Nunca imaginei em toda minha trajetória política fazer campanha em meio a uma pandemia. Como candidato, vou buscar seguir todas as recomendações imposta pelos profissionais da saúde, e orientar a população a seguir também. Fico um pouco preocupado com o que está sendo comentado em relação ao dia da eleição, com a retirada da digital para o eleitor confirmar a presença. Sugiro que sendo retirado a digital, o eleitor porte além do título de eleitor, algum documento com foto (ex: CNH, INDENTIDADE), para evitar possíveis fraudes.

 

Como o senhor avalia a atual gestão da cidade? 

Na minha vida pública no município exerci 04 mandatos, um de vereador, um de vice-prefeito e dois de prefeito. Ao longo desse tempo, buscamos sempre melhorias para a cidade, seja trazendo recursos, seja fazendo obras, seja valorizando o servidor público, seja buscando uma saúde e uma educação de qualidade. Mesmo sem cargo eletivo no município busquei sempre mostrar o que fiz durante a minha história política. Acredito que melhor do que eu para avaliar a atual gestão, seja a própria população. 

 

Caso o senhor tivesse oportunidade, o que faria de diferente na atual gestão da cidade de Branquinha? 

Estou andando e ouvindo a população para colher os anseios e problemas da cidade. Sabemos que a dificuldade para gerir uma cidade pequena como a Branquinha é muito grande, nem sempre os recursos são suficientes, mas com a experiência que adquiri ao longo da minha vida pública, e a proximidade da prefeitura com a comunidade, sei que os investimentos serão bem aplicados, trazendo melhores resultados.

 

Comenta-se que o senhor ao longo do tempo acabou conquistando o apoio do atual vice-prefeito e de quatro, dos nove vereadores da cidade. Como se deu o apoio dessa conquista? Outros diálogos estão ocorrendo?

Criei em toda minha vida política grandes amigos, e sempre que coloco meu nome à disposição, recebo o apoio de muitos. Tanto os vereadores como o vice-prefeito, conhecem e confiam no meu trabalho. E esse reconhecimento me deixa muito feliz, pois mesmo sem mandato consegui reunir essa turma. Diálogos sempre irão ocorrer, tento ouvir ao máximo os anseios da população e de minha base política.

 

Qual a sua principal ideia/proposta, caso você seja candidato?

Estou querendo fazer um plano de governo diferente aproximando a população da prefeitura. Quero construir esse plano com ideias e opiniões da população, ela mais do nunca, sabe as tamanhas dificuldades diárias vividas pela cidade. Então vou colher o máximo de informação e colocar em prática um plano que venha a melhorar e sanar esses problemas. Vou lutar muito na esfera estadual e federal para também trazer recursos, para voltarmos a ter obras, uma saúde com um melhor atendimento, uma educação com uma melhor estrutura, estradas reparadas, enfim, um governo que venha a ter eficácia e, principalmente, sem burocracia.

 

*Sob supervisão da editoria e com assessoria